CANTIGA AO CAPIBARIBE

14/09/2015 14:25

Frederico Spencer

                                       

Sonhou-se um dia

sobre tua pele, n(aves) deslizariam

e ao trabalho te darias:

carne para os pobres - lazer

para os ricos flamejantes - espigões

em tua periferia brotariam

e em cada janela corpos nus cantariam:

 - muitos homens como chão, te sonharam.

Outros, qual amantes

resgatariam sonhos de feudos

e se transbordariam do efêmero líquido

e durante a noite, no teu canto

úmido, acalentaria a sede das sedes

como panos mornos

sobre a cidade ofegante.

Hoje à pátina, nesta tela:

a libido proibida, contraído sexo

para não morrer, recusa

a escusa do limbo escaldo dos engenhos

que movem os homens da cana-de-açúcar:

em teus pulmões de espuma

a viagem intransitável em teu ser.

 

 

 

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!